Barra de vídeo

Loading...

sábado, 22 de julho de 2017

U.F.O.arqueologia - A maior descoberta científica dos últimos 100 anos

 AS MUMIAS DE NAZCA - A maior descoberta científica dos últimos 100 anos. 

Será que finalmente estamos diante da maior descoberta arqueológica da Era Moderna, através dos arquéologos de mente aberta, finalmente obtendo provas materiais da existência real de Espécies Exobiológicas não-humanas vivendo na Terra desde a Antiguidade?


Recentemente no mês de junho e inicio de julho, Cinco Mumias antigas foram descobertas m junho/julho num túmulo em NAZCA (Peru) e estão revolucionando a Ciência e criando uma gigantesca polêmica internacional.
Ao serem Analisadas por Tomografia Computadorizada e por Radiografias, descobriu-se tratar-se de Criaturas Não-humanas, possívelmente Exobiológicas (ainda a ser confirmado), de forma humanóide, porèm com 3 dedos nos pés e nas mãos, cabeças com crânios alongados e várias peculiaridades encontradas nos esqueletos (como provaveis implantes de metais em várias partes do corpo).
Foram datadas de 200 a 400 DC, portanto,com mais de 1.800 anos de idade. Uma equipe internacional de cientistas foi montada para estudar, investigar e analisar de forma sistemática e científicamente rigorosa os 5 cadáveres (existem muito mais cadaveres no sítio arqueológico, mas dependem da autorização do Governo Peruano para serem exumados).
Os pesquisadores envolvidos são o Arqueólogo Francês THIERRY JEMIN, o Cientista Russo Konstantin Koroktov (Especialista em Foto Kirlian ou Bioeletrografia) e vários outros, do Peru,México, Rússia e EUA , ao todo mais de 20 cientístas. 
No local também foram encontradas várias peças de metal, que estão sendo investigadas, com ligas metálicas ainda desconhecidas.
Fato científico. Antes, não se possuíam provas materiais, existiam apenas lendas, relatos de testemunhas, relatos de Contatados. mas não havia provas materiais. Agora existem muitas evidências: esqueletos inteiros,crânios e ossos; amostras de músculos, tecidos e órgãos;amostras de pele e células. Tudo ficou preservado pela secura do Deserto de NAZCA dentro dos túmulos encontrados pelos arqueólogos.
As criaturas possuem mais de 10 diferenças fisiológicas e anatômicas em relação aos corpos da Espécie Humana.
Alguns dos Pesquisadores teorizam que possam ser uma Colônia Extraterrestre que mesclou-se por meio de cruzamentos genéticos com as populações indígenas do Antigo Peru (mas ainda é cedo para se dizer se são mesmo ETs de origem Interestelar...podem também serem Viajantes do Tempo (CRONOnautas), Seres Interdimensionais, Intraterrestres ou Mutantes que passaram por mudanças genéticas).
Os Humanóides possuem de 1.68 cm de altura (uma fêmea) a até 80 cm de altura e são muito similares aos ETs Greys relatados por diversos Contatados ou Canais Parapsíquicos.
Se forem comprovadas como verdadeiras, de forma inquestionável, estas Múmias reescreverão totalmente a História Antiga da Humanidade e criarão um novo paradigma na Arqueologia Mundial.

Ministerio de Cultura Peruana se pronuncia sobre supuesta 'momia extraterrestre'
Días atrás vatrios medios publicaron un reportaje sobre el hallazgo de una presunta momia alienígena en Nasca. El descubrimiento ha sido considerado por uno de los investigadores en una de las grabaciones como “uno de los más importantes del siglo XXI”. Esa opinión, sin embargo, no es compartida por el Ministerio de Cultura.

¿De qué reportaje se habla?

El rumor del hallazgo de una momia extraterrestre surge a partir de la difusión de varios reportajes sobre una figura humanoide, con un cráneo alargado, sin nariz y con tres dedos en cada mano.
Varios medios hicieron referencia al reportaje publicado en la página de Facebook del grupo Gaia, cuya página web (www.gaia.com ) publica información sobre yoga, “transformación espiritual” y “búsqueda de la verdad”.
El reportaje de Gaia en cuestión indica que la presunta ‘momia extraterrestre’ se encuentra cubierta de un polvo blanco (similar al yeso) que tendría la función de secar el cadáver para evitar su putrefacción y así permitir su momificación.
El presunto alienígena, de acuerdo a los análisis realizados por el grupo, habría tenido 1.68 metros de estatura, de cabeza alargada y tendría tres dedos largos en cada mano, cada uno de 17 centímetros. De acuerdo a las conclusiones del reportaje, estos rasgos extraños no pertenecerían a una deformación sino de un extraterrestre momificado.
En el siguiente enlace puede ver el reportaje:

¿Qué ha señalado el Ministerio de Cultura sobre el presunto hallazgo?

Perú21 consultó al Ministerio de Cultura sobre este hallazgo pues si resultaran ciertas las conclusiones de que se trata de un ‘extraterrestre momificado’ y vinculado a la cultura Nazca, podría conllevar a la reinterpretación de muchos temas de historia, especialmente de nuestra cultura prehispánica.
Sobre el hallazgo, la Dra. Blanca Alva, directora de la Dirección General de Defensa del Patrimonio del Ministerio de Cultura señaló que “tras revisar las momias relacionadas” a este caso, es “altamente probable que no sean prehispánicas, sean producto de una compostura actual”, y por lo tanto, “es altamente probable que no sean patrimonio arqueológico”.
Asimismo, la Oficina de Comunicación e Imagen Institucional del Ministerio de Cultural envío a Perú21 diversos documentos que detallan las coordinaciones realizadas con el Ministerio Público para determinar la veracidad de las presuntas piezas momificadas.
Las conclusiones de las pericias a cargo del licenciado Alberto Alfredo Urbano Jaciento, encargado de Monitorio Yacimientos Arqueológicos Nasca y Palpa de la Oficina de Coordinación de la Dirección Desconcentrada Ica-Nasca, están incluidas en el informe N°010-2017-Arqlo OCN-DDC-Ica/MC de fecha 22 de marzo de 2017 en el que señala lo siguiente:
1. No ha sido posible determinar el carácter arqueológico o no arqueológico del sitio (entre las provincias de Nasca y Palpa) por desconocer la ubicación específica del mismo).
2. No ha sido posible determinar que los especímenes o artefactos hallados (de ser ciertos) que se muestren en los diversos links de videos (hace referencia a grabaciones compartida por redes sociales) tienen la condición de evidencia alienígena o estén asociados a evidencia de carácter arqueológico”.
Cabe precisar que las conclusiones del informe versan no solo sobre el reportaje de Gaia sino además de otras videos publicados por otros grupos y usuarios de Youtube como ‘Now you know UF’, ‘Universo Infinito’, ‘Tyler Cusco’ y otros videos con entrevistas sobre extraterrestres a Thierry Jamin, presidente de la ONG Inakri Cusco-Perú.
Es necesario indicar que Jamin se comunicó con el Ministerio de Cultura sobre “restos momificados posiblemente de origen alienígena” y quien advirtió que las personas que los hallaron utilizan “nombres falsos o seudónimos”.
Según indica el informe de Urbano, estas personas aseguraron que tienen más de “20 momias” del mismo tipo. En varias de las comunicaciones, hacen referencia a los extraterrestres como “hermanos mayores”, “starchilds (hijos de las estrellas) y señalan frases como “parece que nos quieren decir al mundo (…) que no estamos solos).
Cabe mencionar que el Ministerio de Cultura indicó que las presuntas excavaciones realizadas son tema de investigación del Ministerio Público por haberse cometido el “delito de Atentados contra Monumentos Arqueológicos” y que lleva el número de expediente 143-2017. 
Fonte: Peru21

quinta-feira, 8 de junho de 2017

domingo, 7 de maio de 2017

1º Seminário "As Energias da Aura Humana" - 20/05/2017






 O PORTAL HOLÍSTICO WEB TV e o ESPAÇO QUALIVITTA se unem para a realização do 1º SEMINÁRIO "AS ENERGIAS DA AURA HUMANA", ministrado pelos Professores LEONARDO DE ALBUQUERQUE e NOÉ ANTÔNIO CASTRO DE CARVALHO.












O SEMINÁRIO buscará dar uma ampla abordagem sobre os seguintes temas:


1- A História da Investigação da AURA HUMANA: Da Magia Antiga até a Parapsicologia Moderna - O Magnetismo Animal de MESMER - A Teoria do PERISPÍRITO de Allan Kardec - Os conceitos da Energia Áurica da METAPSÍQUICA - As primeiras descobertas científicas sobre o Campo Áurico feitas por WALTER KILNER.


2- A FOTO KIRLIAN e a Fotografia do Campo Bioenergético - A Descoberta da Fotografia da AURA pelo padre Roberto Landell de Moura - O Trabalho do Engenheiro Russo KIRLIAN na URSS - A Moderna BIOELETROGRAFIA e seus padrões de identificação das vibrações e cores do Campo Áurico Humano.

3 - OS CHACRAS: Tipos, cores e vibrações - Chacras Grandes, Médios e pequenos - Os Nanochacras celulares e os meridianos de Acupuntura - Os 9 Chacras Magnos e suas funções - Métodos de harmonização e sutilização evolutiva dos Chacras.

4 - A AURA E A MEDITAÇÃO - Técnicas de Expansão da Mente e das Vibrações Áuricas - Métodos Meditativos do Oriente e do Ocidente - Técnicas de Terapia e desbloqueio das disfunções Áuricas e Bioenergéticas.

==========================================================
Serão oferecidas Apostilas de Estudos e AURANÁLISE FOTOGRÁFICA para todos os alunos. Também acompanhamento individual e em grupos semanais de estudos.
==========================================================
INSCRIÇÕES ATÉ10/03/2017:
 INVESTIMENTO: R$ 50,00

DETALHES:
VISITE O NOSSO EVENTO NO FACEBOOK:
https://www.facebook.com/events/437642243249828/

 INFORMAÇÕES:
(051) 98163-2882 WhatsApp*** (051) 98101-9823 WhatsApp ***(051) 99212-9003 ***


sábado, 6 de maio de 2017

O Chamado Mítico

Faz um tempo, um conselho galáctico foi convocado, e um chamado mítico foi enviado para inúmeros seres de luz: as crianças do Sol, os anjos alados, os mensageiros do Sol, os guerreiros do arco-íris e outros seres luminosos de muitos sistemas estelares. Este grande círculo de seres de luz se reuniu e, no momento determinado, o Amor das Galáxias Giratórias, o Grande Espírito, entrou, abençoando-os com a luz celestial e com as seguintes palavras:
“Vocês estão convidados a encarnar em um mundo onde uma grande transformação tomará lugar”, começou o Amor das Galáxias Giratórias. “Vocês que responderem a este chamado irão a um lugar de evolução planetária onde as ilusões do medo e da separação são mestres fortes. Estou chamando aqueles com os talentos e dons necessários para lá agir como meus emissários, para elevar e transformar as frequências do planeta Terra, simplesmente incorporando e ancorando a presença do amor. Nesse mito, vocês serão os criadores de uma nova realidade, a realidade da oitava dourada.
O Amor das Galáxias Giratórias continuou: “Em outras jornadas, cada um de vocês provou ser um “navegador intuitivo”, capaz de despertar sua consciência e alinhar o seu coração ao impulso do amor puro e do serviço compassivo. Como mensageiros do Sol e portadores da tocha, vocês já demonstraram que manterão a luz elevada. E, então, eu os convido a encarnar em massa entre as tribos da Terra para ajudar Gaia e todas as suas crianças na sua transformação.
“Faz parte do plano que vocês sejam velados pelo esquecimento”, continuou o Mistério das Galáxias Giratórias. “No entanto, ao lembrarem do sentimento da inocência infantil e da confiança, vocês se tornarão a fermentação harmónica neste ciclo de iniciação para a Terra. Vocês irão encarnar estratégica e frequentemente em algumas das áreas de vibração mais densas do planeta. Para alguns, esta ilusão de separação do amor pode criar sentimentos de desesperança, falta de apoio e alienação. Mas, ao abraçar a sua humanidade, seu amor irá transformar as profundezas da dualidade, e a sua luz animará a muitos.
“A sua participação nesta busca é puramente voluntária; porém essa mudança transformadora na Terra é muito rara e preciosa. Se vocês escolherem aceitar esta missão, vocês terão a oportunidade de catalisar e sintetizar tudo que vocês têm sido durante muitas encarnações, recebendo um salto quântico na consciência raramente oferecido. Cabe a vocês escolherem como dançarão com Terra Gaia e suas crianças, enquanto ela completa sua cerimonia de luz!”
Então falou o Criador, a Luz das Galáxias Giratórias. E, então, os seres luminosos que formavam as incontáveis alianças, federações e conselhos dos fiéis das estrelas escolheram encarnar no planeta Terra para ajudar neste evento crucial, o despertar do sonho planetário. Havia ainda um processo de segurança construído em um plano para despertar esses seres da ilusão da separação e do véu do esquecimento tão comuns na Terra. Os seres luminosos que empreenderiam a jornada para ajudar Gaia concordaram em avivar uns aos outros a lembrança. Assim, estas sementes estelares foram codificadas com sons, cores, luzes, imagens, palavras e símbolos — uma ressonância vibracional que os ajudaria a recordar seu compromisso com a luz. Ficou estabelecido que esses códigos-chave apareceriam em todos os lugares: na arte e música visionárias, nos olhares penetrantes, em diálogos e sentimentos — tudo para criar um profundo desejo de despertar e tornar-se a encarnação do amor.
Assim, vocês, as crianças do Sol, estão agora sendo banhadas nas águas da recordação, preparadas como guerreiros do arco-íris para realizar a promessa do novo e antigo mito. Ao ancorar a presença do amor na Terra, vocês amorosamente receberão o manto dos deuses, enviando ondas de cura e de amor por todo o corpo receptivo de Gaia. Ao emergir neste tempo, seus dons despertarão e habilitarão outros. Utilizando as ferramentas do riso, canção, dança, bom humor, alegria, confiança e amor, vocês estarão criando a onda de transformação que transformará as limitações do velho mito da dualidade e separação, fazendo brotar o milagre da unidade e a paz na Terra.
Utilize seus dons em benefício de Gaia. Numa supernova de consciência, Gaia e suas crianças ascenderão em vestimentas de luz, formando um luminoso corpo de luz de amor, e renascendo entre as estrelas! O chamado mítico foi soado. A grande busca começou. Despertem, guerreiros do arco-íris, mensageiros do Sol, seres luminosos das alianças galácticas, federações e conselhos! Os Antigos caminhantes do céu, recém-formados neste momento, permaneçam na beleza e no poder de sua verdadeira identidade como presentes de amor para Gaia. Deixem as dúvidas de lado. Vocês são as crianças divinas do Sol! Vão para onde os levam seus corações para compartilhar seus grandes dons. Entreguem-se à magia e à luz. O milagre será manifestado na Terra. Lembrem-se de que dançamos e cantamos aqui por um Único Coração!

sábado, 8 de abril de 2017

Desaparece o estudante de psicologia Bruno Borges no Acre/Brasil e deixa 14 livros escritos a mão e criptografados

Estudante de psicologia deixou 14 livros escritos a mão e criptografados


Veja teorias criadas por internautas que investigam caso Bruno Borges
O desaparecimento de Bruno Borges tem intrigado a família do rapaz, as autoridades e pessoas de todo o Brasil. Visto pela última vez em Rio Branco, no Acre, onde reside com familiares, o jovem sumiu
após transformar seu quarto em uma espécie de santuário, com uma estátua do teólogo e filósofo Giordano Bruno no centro e vários escritos codificados espalhados pelas paredes.
A investigação da polícia da região segue em sigilo, mas desde que um vídeo do quarto do rapaz e imagens de seus manuscritos — em entrevista ao G1, a mãe de Borges revelou que ele deixou 14 livros — vazaram na internet, pessoas de diferentes regiões do país têm se unido para decifrar os conteúdos das páginas e especular sobre o que pode ter acontecido com o jovem. 
No dia 4 de abril, quando o caso passou a ser noticiado pela imprensa nacional, gruposfechados de Facebook que se propõem a investigar as pistas deixadas por Borges foram criados. Foi o caso de "Bruno Borges, as teorias", fundado pela publicitária Milena Castro. Em menos de 24 horas, já tinha mais de mil integrantes — no momento, já são 1.700. "[O grupo] é um misto de discussões sérias, com diferentes embasamentos, palpites e teorias", explica ela. "Até então todos estão discutindo de forma respeitosa, apesar de haver confronto entre os mais céticos e os mais místicos."
A curiosidade também levou o estudante Alexandre Marques a criar um grupo de discussão do caso. "Vi que as pessoas andavam meio 'perdidas', querendo saber mais e se aprofundar, assim como eu", conta ele, que comanda o "Bruno Borges - Estudos", com quase 3.800 registrados. "Sempre fui uma pessoa interessada em mistérios e enigmas. O caso do Bruno é algo que me chamou a atenção, parece coisa que só víamos em filmes. Por conta disso, acabei me aprofundando mais em tudo relacionado a ele."
Pente fino
Os tópicos de discussão dos grupos vão desde confissões sobre a vontade de conhecer a obra misteriosa até rastros deixados pelo rapaz na internet — entre eles, um anúncio de venda de televisão no site OLX em fevereiro e um comprovante de que ele recebeu uma quantia de dinheiro.
Os participantes dos grupos também têm tentado decifrar os conteúdos das páginas divulgadas na internet até o momento. Os desenvolvedores Igor Rincon e Renoir dos Reis, por exemplo, criaram o site Decifre o Livro, por meio do qual descriptografaram a primeira página a vazar na rede. Há também os que investem em documentos coletivos online, como é o caso do criado por Beatriz Dias e Gustavo Cunha, para tentar entender as mensagens deixadas por Borges nas paredes do quarto.
"Conseguimos traduzir alguns escritos que utilizavam o alfabeto maçônico e rosa-cruz, criptografia direta (na qual mudam as ordens das palavras). A maior parte do conteúdo está relacionada a frases filosóficas, ao modo como a sociedade age e pensa", afirma Marques. "Também encontramos diversos elementos relacionados à alquimia, ocultismo, maçonaria, elementos que aparentam estar relacionados com a física e a metafísica. Estudando profundamente, reparamos que está tudo interligado, que todos esses tópicos citados estão ligados ao Giordano Bruno e sua filosofia."
Detetives
Os internautas interessados na investigação estão envolvidos a ponto de terem criado também grupos de WhatsApp para trocar informações. Em um deles, mais de 250 membros discutem em tempo real todos os desdobramentos do caso. E eles não são poucos. Momentos após concederem entrevistas à repórter, Milena Castro e Alexandre Marques a enviaram mensagens com novas informações.
A turma do "Bruno Borges, as teorias" havia descoberto que um evento sobre a filosofia de Giordano Bruno ocorria nesta quinta-feira (6) em Pisa, na Itália, levantando, na opinião dos membros, suspeitas de que o rapaz do Acre poderia estar em solo italiano aprendendo mais sobre seu filósofo favorito. 
Já os membros de "Bruno Borges - Estudos" investigavam um novo detalhe percebido em uma das imagens do quarto do jovem: uma figura de uma ave relacionada a Cicada 3301que, segundo o criador do grupo, "é uma organização enigmática, digamos secreta, que busca recrutar pessoas 'inteligentes'". O nome faz referência ao Monte Cicada, na Itália, onde viveu Giordano Bruno. 
"Minha opinião é a de que o Bruno esteja preparando algo surpreendente para o mundo. Algo que possa abrir caminhos e acabar com barreiras de pensamentos. Sabemos que ele quer algo bom para a sociedade. Para familiares e amigos, ele deu um prazo de duas semanas para apresentar seu projeto", diz Marques.
"Eu acredito, apesar de toda a aura de mistério, que Bruno realmente finalizou um trabalho que ele remete à continuação dos trabalhos de Giordano Bruno, interrompido quando morto pela Igreja em 1600, e se retirou. Todo o resto é para gerar impacto em torno da descoberta e da revelação desse trabalho. Não sabemos se os livros serão lançados, mas eu me interessaria muito em lê-los", afirma Castro. "E espero antes de tudo que Bruno esteja em segurança."
Fonte: http://revistagalileu.globo.com

terça-feira, 21 de março de 2017

O Chamado Mítico

 La llamada de la Luz Versión hablada 

"Faz um tempo, um grande concílio galáctico foi convocado e um chamado mítico foi emitido aos inumeráveis seres de luz ... os meninos do Sol, os anjos alados, os mensageiros dos Deuses, os guerreiros do Arco-Íris e outros seres luminosos de muitos sistemas estelares.
No momento da reunião, O AMOR DAS GALÁXIAS GIRATÓRIAS, O GRANDE ESPÍRITO entrou cheio de graça, com sua luz celestial e com as seguintes palavras: ESTÃO TODOS CONVIDADOS A ENCARNAR EM UM MUNDO ONDE ACONTECERÁ UMA GRANDE TRANSFORMAÇÃO. Aqueles que responderem a este chamado irão a um lugar de evolução planetária, onde as ilusões do temor e da separação ainda são fortes mestres. Chamo aqueles com o dom e o talento necessários para que atuem como meus emissários, para elevar e transformar as freqüências de um planeta chamado TERRA, incorporando e ancorando a presença do AMOR.
Nesse mito, vocês serão os criadores de uma nova realidade, a realidade da OITAVA DOURADA.
E o AMOR DAS GALÁXIAS GIRATÓRIAS, o GRANDE ESPÍRITO continuou...
Em outras viagens, cada um de vocês comprovou ser um navegante intuitivo, capaz de despertar suas consciências e alinhar seus corações ao impulso do amor puro e do serviço compassivo. Como mensageiros do Sol e portadores da tocha, vocês demonstraram que mantiveram a luz no alto, e assim, os convido a encarnar em massa entre as tribos da Terra para ajudar Gaia e todos os seus filhos na sua transformação. Esta é a parte do plano em que vocês serão velados pelo esquecimento. Contudo lembrem-se de que os sentimentos da inocência infantil e da confiança chegarão a ser os acionadores harmônicos neste ciclo de começo para a Terra, com encarnações estratégicas e seguidas em algumas áreas vibracionais mais densas do planeta. Para alguns, essa ilusão de separação do amor poderá criar sentimentos de desolação, falta de apoio e alienação, mas reconhecendo sua humanidade, seu amor transformará as profundezas da dualidade e sua luz animará a muitos.
Sua participação nesse desafio é puramente voluntária, porém essa mudança transformadora sobre a Terra é extraordinária e preciosa. Se vocês chegarem a aceitar essa missão, terão oportunidade de catalisar e sintetizar tudo o que alcançaram durante muitas encarnações, recebendo um salto quântico em suas consciências. É importante, para vocês, escolher como dançar com Gaia e seus filhos, enquanto ela completa sua cerimônia de luz.
De tal modo falou o CRIADOR DA LUZ DAS GALÁXIAS GIRATÓRIAS.
E foi assim que seres luminosos, que formaram inúmeras alianças, federações e concílios escolheram encarnar no planeta Terra para ajudar neste crucial evento: O DESPERTAR DO SONO PLANETÁRIO.
Foi elaborado um processo de proteção do plano, para despertar esses seres da ilusão da separação e do véu do esquecimento, que é tão comum sobre a Terra.
Os seres luminosos que viajaram para ajudar Gaia concordaram em avivar uns nos outros as lembranças e, assim, essas sementes estelares deixaram códigos em várias formas como: sons, cores, luzes, imagens, palavras e símbolos, uma ressonância vibracional que os ajudaria a recordar seus compromissos de luz. Ficou estabelecido que essas chaves codificadas apareceriam em todas as partes: na arte, na música, nos olhares, nas conversações e sentimentos, tudo criando um profundo desejo de despertar para ser a ENCARNAÇÃO DO AMOR.
Assim, vocês, filhos do Sol estão sendo banhados com a água da recordação e preparados como guerreiros do arco-íris para completar a promessa do novo e antigo mito, simplesmente assegurando a presença do AMOR NA TERRA. Sua escolha amorosa descansará sob o manto dos deuses enviando ondas de cura e de amor, pelo corpo receptivo de Gaia.
E, enquanto despertam neste tempo, seus dons despertarão e habilitarão a outros. Utilizando as ferramentas do riso, do canto, da dança, da alegria, da confiança e do amor vocês estarão criando uma profunda onda de transformação que transmutará as limitações do antigo mito da dualidade e da separação, realizando o milagre da PAZ E UNIDADE NA TERRA.
Utilizem seus dons em benefício de Gaia, pois numa supernova de consciência, Gaia e seus filhos ascenderão em vestimentas de luz formando um luminoso corpo de luz e de amor, renascendo em direção às estrelas.
O CHAMADO MÍTICO FOI EMITIDO ... o grande desafio começou ... despertem guerreiros do arco-íris, mensageiros do Sol, seres luminosos das alianças galácticas, federações e concílios, antigos caminhantes do céu, graduados novamente neste momento, permaneçam na beleza e no poder do amor de Gaia. Deixem de lado a desconfiança, vocês são filhos divinos do Sol... vão para onde seus corações os levem a fim de compartilhar seus grandes dons. Entreguem-se à magia da Terra.
Lembrem-se de que DANÇAMOS E CANTAMOS POR UM ÚNICO CORAÇÃO."

domingo, 19 de março de 2017

Solidariedade para com a população de São Francisco de Paula

Movido pelo carinho que tenho por esse recanto paradisíaco da Nova Era que é São Francisco de Paula, seu povo e amigos que lá residem, venho dar a minha contribuição voluntária, com a realização dessa campanha para ajudar as vítimas do tornado arrasador que atingiu a cidade no domingo de 12/03/2017, com vento estimado em 150 Km/, vitimando uma pessoa e ferindo 70, deixando centena de casas parcial ou totalmente destruídas e 600 pessoas desabrigadas, na localidade dos Campos de Cima da Serra.

Para quem quiser contribuir na campanha que estamos realizando, deixo o perfil do coordenador voluntário local da campanha, amigo residente na cidade, Wilson Barbosa, para que contatem com ele In Box no seu Facebook e combinem a melhor forma de ajudar para a reconstrução das residências.
O valor que você possa doar estará ajudando o início da reconstrução dos lares que foram destruidos.


Namastê!






sábado, 18 de março de 2017

Ondas Cerebrais Profundas na Zona Deep Theta - Music by Steven Halpern

"Eu convido você a desfrutar de uma profComposição de 01/11/2011, no piano elétrico Rhodes Mark 7"
A produção do vídeo foi realizada com o desempenho de Steven Halpern com o vídeo de uma grande bola de cristal que
foi iluminada pelo labirinto de Luz de Randall Fontes. Uma profunda meditação e cura viagem para o campo quântico, na Zona Deep Theta. 



Anomalia arquelógica encontrada no fundo do Mar Báltico na Suécia - OVNI?

Um Misterioso objeto metálico foi encontrado há 90 metros de profundidade no fundo do Mar Báltico,

Após alegações por geólogos de que se tratava de uma formação natural com 60 metros de diâmetro e 4 metros de espessura, apoiado em destroços.

Misteriosamente, o equipamento eletrônico do navio de pesquisas falhou devido a anomalia magnética oriunda do misterioso objeto.



segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

As origens da comida

 As principais regiões de diversidade e suas plantas

Fonte: O Globo

A Grande Transição Planetária




domingo, 26 de fevereiro de 2017

1984 é um clássico, não só das distopias, mas da literatura mundial. O livro escrito por George Orwell em 1949 tornou-se quase sinônimo de sociedade totalitária, vigilância absoluta e controle do pensamento. O termo Big Brother foi repetido a exaustão, descontextualizado e hoje em dia é tão onipresente quanto o original pensado por Orwell. E talvez valha a pena dizer antes de continuar que é meu livro preferido.

Em 1984 o mundo é dividido em três grandes blocos: Eurásia, Lestásia e Oceania que alternam eternamente entre guerras e alianças. Winston Smith, o protagonista, vive em Londres, parte da Oceania, bloco governado pelo Partido cujo chefe é o quase divino (e onisciente) “Big Brother”, e trabalha no Ministério da Verdade, setor do governo responsável por recontar a verdade milhares de vezes por dia.

O Ministério da Verdade tem um nome exato: ele não mente, mas reconstrói a realidade cada vez que o contexto político se altera. A Oceania estava em guerra com a Eurásia e era aliada da Lestásia, mas agora as coisas se inverteram, logo os jornais são reescritos e a guerra sempre foi com a Lestásia. Assim, o Partido nunca se engana ou erra e os cidadãos não possuem memória. Como estabelecer senso crítico sem uma noção de passado? Os habitantes de Oceania não tem História.

Smith tem memória, ele se lembra de reescrever cada jornal, mudar cada notícia. Ele também resiste a “novilíngua”, forma reduzida do inglês que procura excluir conceitos, ou seja, formas de raciocinar. O personagem anda por zonas esquecidas, visita lojas de antiguidades, mantém um diário, todas essas atividades suspeitas porque reforçam sua individualidade: Winston Smith tem história, memória, preferências, sentimentos e gosto. Winston Smith é, afinal, um indivíduo. E indivíduos são mal vistos em qualquer sociedade distópica.


Smith é um rebelde, flerta com a resistência e chega a procurar o mítico livro clandestino escrito por Emmanuel Goldstein, mas sua condenação final vem por ter se apaixonado. 1984 e Admirável Mundo Novo são livros opostos em muitos pontos, um deles é na forma como suas sociedades encaram o sexo, mas em ambos os casos (seja por promiscuidade ou repressão) ele é desvinculado do amor, que é visto como uma coisa perigosa. Estabelecer uma relação é ser considerado único, especial e insubstituível pelo outro, é ser o oposto do “homem-massa”, além disso o amor é instável, desestabiliza e talvez seja por isso que se apaixonar seja tão subversivo nas duas distopias.
O que fica claro no livro de Orwell é que seu temor é que um dia as ditaduras alcancem a esfera privada. Teletelas dentro das casas, condenação por “crimideias”, liga anti-sexo, tudo isso não serve apenas para manter os cidadãos “na linha”, mas para certificar que eles pensam e sentem como deveriam. Smith acredita que pode manter as aparências enquanto se mantém “íntegro” interiormente, o Partido vai mostrar a ele que não, ele não pode.

Para mim esse é o aspecto mais marcante de 1984: Orwell criou um mundo em que individualidades são destruídas e qualquer possibilidade de escape é negada. Diferente de Admirável Mundo Novo, não existe aqui um pedaço selvagem para onde fugir, não existe sequer Resistência, é tudo controle.

Texto de autoria de Isadora Sinay.

Fonte:

vortexcultural.com.br/literatura/resenha-1984/

Descoberto um Novo Continente da Terra

Adicionar legenda

 De acordo com o novo estudo, o sétimo continente se chama Zelândia, e se forma com a junção dos arquipélagos da Nova Zelândia e da Nova Caledônia. Segundos os 11 pesquisadores por trás do estudo, as ilhas seriam parte de um mesmo pedaço de terra com 4,9 milhões de km², que é separado da Austrália.

Cientistas descobriram uma nova porção de terra que pode entrar para o grupo já conhecido dos continentes, que inclui África, Antártica, Oceania, Eurásia, América do Sul e América do Norte - alguns geólogos usam o modelo geológico que separa a América em duas e junta Europa e Ásia, formando a Eurásia, num total de seis continentes.

De acordo com o novo estudo, o sétimo continente se chama Zelândia, e se forma com a junção dos arquipélagos da Nova Zelândia e da Nova Caledônia. Segundos os 11 pesquisadores por trás do estudo, as ilhas seriam parte de um mesmo pedaço de terra com 4,9 milhões de km², que é separado da Austrália.

“Não se trata de uma descoberta repentina, mas de uma percepção gradual; há 10 anos, nós não teríamos informação acumulada e nem confiança para escrever o estudo”, escreveram os cientistas da Geological Society of America no GSA Today.

O conceito de Zelândia não é novo. Ele foi criado pelo geólogo Bruce Luyendyk, da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, em 1995. O nome foi usada pela primeira vez para descrever a Nova Zelândia, a Nova Caledônia e um conjunto de pedaços de terra submerso que se separou de uma região conhecida como Gondwana, um supercontinente com 200 milhões de anos.

“Criei o termo por conveniência”, afirma Luyendyk ao Business Insider. “Todos fazem parte de uma mesma coisa, se você observa Gondwana. Então pensei: ‘Por que nomear esses pedaços de terra com nomes diferentes?’”

Apesar de não fazer parte da equipe, Luyendyk considera o novo estudo bastante consistente. Até porque o que os cientistas fizeram foi aprofundar um pouco as ideias do geólogo.

Baseando-se em alguns critérios de avaliação geológica, eles afirmam que a prção de terra da Índia, por exemplo, é tão grande que poderia ser um continente (e provavelmente foi no passado), mas hoje ela está completamente ligada à Eurásia.

Já a Zelândia não está acoplada à placa da Austrália, existe um passagem de mar conhecida como Cato Trough que ainda separa os dois lugares por 25 quilômetros. Como mostra a imagem ao lado.

Os cientistas afirmam que a classificação pode mudar não apenas o nome da região, mas também pode trazer implicações econômicas. Segundo o Business Insider, a ONU faz menções específicas de placas continentais e limites que determinam quais recursos podem ser extraídos dos lugares. Considerando que a Nova Zelândia tem um valor estimado de dez milhões de dólares em combustíveis fósseis e minerais a discussão pode ser longa.

Fonte: Revista Galileu - 16/02/2017 - 16H02/ atualizado 16H0202 / por Redação

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Sociedades New Age, do Feudalismo às Comunidades Avançadas da Nova Era


 O Feudalismo foi um sistema primitivo em que havia uma relação de dependência através do senhor feudal que cedia uma porção dessa terra ao vassalo em troca de serviços. Muito propicio para a “Idade das Trevas”, com seus mil anos (de 476 até 1500) de ignorância "religiosa". Prova dessa ignorância foi na baixa Idade Média onde ocorreu a pandemia de peste bubônica que assolou a Europa durante o século XIV e dizimou entre 25 e 75 milhões de pessoas (mais ou menos um terço da população europeia), sendo que alguns pesquisadores acreditam que o número mais próximo da realidade é de 75 milhões, aproximadamente metade da população da época.


O feudalismo foi um sistema de castas muito comum em sociedades primitivas. Funcionava como um modo de organização social e político baseado nas relações servo-contratuais (servis). Tem suas origens na decadência do Império Romano. Predominou na Europa durante a Idade Média.
Os senhores feudais conseguiam as terras porque o rei lhes dava. Os camponeses cuidavam da agropecuária dos feudos e, em troca, recebiam o direito a uma gleba de terra para morar, além da proteção contra ataques bárbaros. Quando os servos iam para o manso senhorial, atravessando a ponte, tinham que pagar um pedágio, exceto quando para lá se dirigiam a fim de cuidar das terras do Senhor Feudal.
Ainda bem que acabou esse sistema de domínio servil sobre os vassalos que atrasou muito a evolução da humanidade.  Pode-se dizer que o sistema Capitalista e Socialista (teoricamente é excelente mas na prática morre na agocentricidade do monopólio de seus líderes) não funcionem na prática. Nenhum sistema econômico e social será perfeito/funcional enquanto não for feita uma reforma total na consciência humana, que sempre tentou escravizar os seus irmãos.

Sinto muito mas não podemos concordar com àqueles que defendem a implantação desse sistema como alternativa para substituir o atual. Por mais que o sistema Capitalista burguês atual  seja monopolista e tenha escrito à história conforme os seus interesses, retroceder não devemos jamais, sob pena da ocorrência letal  da inconsciência da humanidade.











O Futuro está aí na nossa porta, despontando a embriogênese através das inúmeras comunidades que estão florescendo no planeta, cujos seus membros dão ênfase, em primeio lugar, ao respeito aos seus habitantes e convidados para conhecer.vivenciar eventos holísticos comunitários.

São inúmeras existentes atualmente dentre as pricipais podemos citar:

A Findhorn Foundation é uma associação sem fins lucrativos, cujos membros mantêm um modo e vida comunitária e de partilha. Foi uma das primeiras ecovilas a serem formadas, e hoje uma das mais importantes, sendo um exemplo em diversas diversas áreas como sustentabilidade, economia local e educação holística. Se tornou também conhecida pelo seu trabalho com as plantas e na comunicação com a Natureza, constituindo, actualmente, um centro de educação espiritual e holística que vive e trabalha em estreita colaboração com outras organizações e indivícom o intuito de participarem em seminários (workshops) e retiros.

Comunidades planejadas. O mais recente agrihoods dentre as muitas existentes nos Estados Unidos é a The Cannery.
Estes empreendimentos residenciais tem como diferencial não os inúteis e dispendiosos campos de golfes, mas fazendas comunitárias de agroecologia. De acordo com site CivilEats, existem atualmente cerca de 200 deles em todo o país.

Comunidade Luz de Figueira que fica no Brasil fundado por José Trigueirinho Netto, filósofo espiritualista. A Comunidade Figueira é uma manifestação do trabalho abnegado desenvolvido em Figueira, núcleo de vivência ativo desde 1987 no sul de Minas Gerais, Brasil.

Translate